O consumo de Coca-cola pode levar a osteoporose?

A Coca-Cola é uma das bebidas mais bem disseminadas mundialmente e seu consumo tem aumentado a cada ano.

A questão levantada pelo grupo foi se o consumo de Coca (ou outros refrigerenates a base de cola) pode levar a osteoporose. Para respondê-la, pesquisei artigos no Pubmed utilizando as palavras-chave cola beverages e osteoporosis. A busca resultou em vários artigos, mas muitos deles não estavam tão bem relacionados com a pergunta em questão.

Escolhi o artigo Evaluation of the Effect of Cola Drinks on Bone Mineral Density and Associated Factors, publicado em dezembro de 2006 na revista científica Basic & Clinical Pharmacology and Toxicology. Nesse estudo, que teve duração de 30 dias, 30 camundongos foram divididos em quatro grupos. Os grupos 1 e 2, formados or 10 machos e 10 fêmeas, foram munidos de ração, água e uma bebida à base de cola ad libitum, enquanto os grupos 3 e 4, cada um com cinco camundongos, receberam somente água e ração.

Apesar de analisados os dados para avaliar mudanças na estrutura da porção distal do esôfago (devido ao baixo pH da bebida – de 1.38 a 1.72), não houve detecção de esofagite. Outro aspecto negativo da pesquisa é o fato de que não foi encontrada diferença significativa nos níveis de cálcio sérico e de os autores terem relatado aumento da concentração de fósforo, sem que esse fato tenha sido apontado na tabela de referência.

Entretanto, acredito que o artigo tenha sido elucidativo por ter comprovado cientificamente que houve diminuição marcada tanto da densidade mineral óssea quanto da concentração mineral óssea do fêmur dos grupos-teste. Além disso, foi demonstrada congestão glomerular geral e sangramento intertubular, achados de lesão renal.


Relatora: Paula (83)

3 comentários:

  1. e o do Alexandre n vao postar n?

    ResponderExcluir
  2. Todo refrigerante ou qualquer outro produto que contenha acido cítrico se ao longo do tempo consumido em determinado tempo terá a perda de cálcio e mesmo enfraquecimento dos ossos. Então não cabe aqui eu dizer qual o refrigerante é o mais agressivo quanto ao mencionado do artigo acima ou do concorrente, visto que tem outros que por vez são bem mais ácidos.
    Mesmo assim o problema na saúde ocorrerá, óbvio, se houver o consumo diário exagerado e claro por longo tempo. Até mesmo porque tudo em exceço faz mal. Mas para aqueles que de vez em quando toma um refrigerante não terá problema algum. Refrigenrante é gostoso (seja qual for -- sabor ou marca ) e não trará mal algum se usado com moderação.

    ResponderExcluir